PF cumpre mandados contra General Heleno, General Braga Netto, Valdemar e Anderson Torres

Informações que acabam de surgir dão conta de que a Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (8/2) a Operação Tempus Veritatis para apurar uma suposta ‘organização criminosa’ que teria atuado em uma tentativa de golpe de Estado e abolição do Estado Democrático de Direito.

Os alvos são aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Entre eles, estão o presidente do Partido Liberal, Valdemar Costa Neto; o ex-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) general Augusto Heleno; além dos ex-ministros Braga Netto (Casa Civil) e Anderson Torres (Justiça).

As informações são do portal Metrópoles.

São cumpridos 33 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e 48 medidas cautelares diversas da prisão, que incluem a proibição de manter contato com os demais investigados, proibição de se ausentarem do país, com entrega dos passaportes no prazo de 24 horas e suspensão do exercício de funções públicas.

Policiais federais cumprem as medidas judiciais, expedidas pelo Supremo Tribunal Federal, nos estados do Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Ceará, Espírito Santo, Paraná, Goiás e no Distrito Federal.

Ainda de acordo com o Metrópoles, viaturas da PF e da Polícia do Exército foram vistas às 6h30 na porta das residências de oficiais do Exército em Goiânia.

Não dá para acreditar que essa mesma PF, na época da Lava Jato, prendia bandidos corruptos. Hoje, o órgão promove uma escancarada perseguição política cumprindo decisões absurdas.

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias