Mídia assinala os riscos para o presidente ucraniano após a demissão de Zaluzhny

© Twitter / Reprodução
A demissão do comandante em chefe das Forças Armadas da Ucrânia Valery Zaluzhny marca uma nova etapa em que o líder ucraniano Vladimir Zelensky corre o risco de cometer um erro, escreve a The Economist.
A revista aponta que a demissão ocorreu em parte por causa da popularidade de Zaluzhny no Exército ucraniano e em geral entre os cidadãos do país.
“Mas a demissão do general chama a atenção por outra razão mais importante. Ela marca uma nova e importante etapa na guerra, na qual Zelensky corre o risco de cometer um erro“, relata o artigo.
Observa-se, que o prestígio de Zaluzhny como comandante em chefe já foi fatalmente minado por rumores de sua renúncia, mas quanto mais tempo Zelensky parecia fraco demais para demiti-lo, mais isso afetava sua autoridade.
A revista destaca que um dos riscos para Zelensky é a insatisfação do Exército da Ucrânia por causa da demissão do seu comandante popular. O general Aleksandr Syrsky, que foi nomeado para o lugar de Zaluzhny, tem a reputação de “estar pronto para entrar em combate, mesmo que o preço em pessoas e equipamentos seja alto”, diz a publicação.
“Esta é uma figura controversa que provoca uma reação agitada entre os oficiais da ativa. Alguns elogiam seu profissionalismo, enquanto outros dizem que ele aterroriza seus subordinados e comanda através do medo. Não acho que ele vá questionar as prioridades do seu presidente [Zelensky]. Quando ele assumir esse alto cargo, terá que suavizar seu estilo de comando e aprender a dizer a verdade às autoridades”, detalha a revista.
Também se observa que a demissão de Zaluzhny pode ter consequências políticas: embora os que conhecem o general não o enxerguem como um político nato, um ou outro oligarca na Ucrânia pode vê-lo como um meio para cumprir suas ambições.
Em 8 de fevereiro, Zelensky anunciou a nomeação de Syrsky como comandante em chefe para substituir Zaluzhny. Anteriormente, Syrsky era comandante das tropas terrestres do Exército ucraniano.
Source: Sputnik

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias