Ministro que desfilou ao lado de “delinquente” em “reduto do PCC” terá que se explicar na Câmara

O ministro dos Direitos Humanos de Lula, Sílvio Almeida, consegue a cada aparição pública piorar ainda mais a sua péssima imagem.

É ele o ministro que recentemente patrocinou a participação da chamada Dama do Tráfico em evento de Brasília.

Agora, disposto a se divertir no Carnaval, escolheu desfilar justamente na escola Vai Vai, investigada por ligações com facções criminosas como o “PCC”.

A investigação definiu a Vai Vai como “reduto do PCC” e a escola teve um diretor preso.

Uma ala da escola, inclusive, retratou policiais como “demônios” e exibiu outros adereços, como mestre sala e a porta-bandeira vestidos de presidiários.

Silvio Almeida estava lá, apoiando essa infâmia ao lado do delinquente que incendiou a escultura de Borba Gato, em uma alegoria que exaltou o crime contra o patrimônio público.

O autor da convocação do ministro, deputado Paulo Bilynskyj está convencido de que essa “é mais uma demonstração da preferência do governo Lula pelo crime organizado”.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias