Deputado Lebrão tenta salvar o pescoço da guilhotina política e não vota pelo processo de impeachment de Lula

Bagunça no Candeias. O principal assessor do prefeito tem uma portaria gorda e não paga os ex-colaboradores. O caloteiro abriu uma igreja com o pai pastor e vai trabalhar nessas eleições. E por falar em Candeias, alguém se lembra da emenda parlamentar que Lindomar Garçom destinou para Minas Gerais?

Ninguém escapou à guilhotina na Revolução Francesa para contar depois qual foi o momento mais apavorante do seu último dia de vida.

Na História da humanidade sempre esteve presente os sistemas de punições, sendo que, ao longo do tempo foi se transformando, levou-se muito tempo até chegar ao modelo atual que segue os princípios da privação de liberdade como modelo de punição coercitiva e regenerativa.

“A guilhotina foi uma máquina criada para executar pessoas. A execução acontecia após o julgamento e o método utilizado era a decapitação dos condenados à morte.

Porém, vivemos um período de grande turbulência política, regimes ditatoriais, terror, injustiça, guerras, etc.  Pensando nisso, e certamente, achando que está a caminho da guilhotina política, pensando nisso, certamente, Lebrão tomou uma decisão sensata para salvar seu pescoço. Apesar da velha guilhotina com lâmina bem afiada ter sido abolida.

Lebrão 

Ah, que coincidência! O nobre deputado Lebrão (União Brasil-RO), aquele do dinheiro na sacola, que não votou a favor do processo de impeachment para o presidente Lula, está tão ocupado cuidando dos próprios problemas legais que mal sobra tempo para se preocupar com os assuntos do país. Deve ser difícil decidir o futuro da nação quando se está ocupado tentando salvar o próprio pescoço da guilhotina política. Mas quem sabe, se ele tiver sorte, consegue se manter no cargo tempo suficiente para presidir uma comissão… na penitenciária.

Uniforme listrado

Ah, claro! Parece que o nobre deputado não apenas tem que lidar com seus próprios problemas jurídicos, mas também está ocupado demais seguindo as ordens do líder do governo na Câmara. Afinal, é difícil agir com independência quando se está preso às rédeas do PT, não é mesmo? Talvez ele precise de um GPS para encontrar o caminho da ética política, mas até lá, vai seguindo as ordens do chefe como um bom soldado… de uniforme listrado

Impeachment

Da bancada federal de Rondônia, apenas Lebrão e Lúcio Mosquini (PDB) não votaram no pedido de impeachment. Mosquini é de um partido que atua como um puxadinho do PT. Confúcio mexe as cordinhas e ele se movimenta igual uma marionete. Já Lebrão… será que ele está achando que, se agir dessa forma consegue permanecer no mantado, no julgamento sobre as sobras eleitorais? Está 3×2 para ele ficar, e a votação está suspensa.

PRD perde

Política e matemática muitas vezes são coisas opostas. Na matemática um mais um sempre será dois, mas em política um mais um pode ser meio, ou até menos. É o que está acontecendo com a junção do PTB com o Patriota, formando o PRD. Deveria se originar um partidão, mas a legenda já começou a esvaziar logo de cara, com a saída do deputado Marcelo Cruz, que deverá levar mais gente com ele.

Marcelo Cruz

O deputado foi autorizado a deixar o PRD justamente devido à junção dos dois partidos. Quando isso acontece, a desfiliação é autorizada. Se dizia que Marcelo Cruz iria para MDB, mas isso estava longe de acontecer, e ele já assinou ficha de filiação junto ao Solidariedade. O deputado, que seria o principal nome dos perredistas para disputar a prefeitura de Porto Velho, agora trabalhará para eleger o maior número possível de vereadores em seu novo partido.

Solidariedade

A situação do Solidariedade demonstra que um mais um em determinado partido acaba fortalecendo outra legenda. Mas é assim mesmo. Dentro de uma agremiação partidária dificilmente há união. Se houvesse elas seriam chamadas de unidos, e não de partidos. A reação de Marcelo Cruz que o diga.

Ribeiro do Sinpol

O deputado Ribeiro do Sinpol até agora não se manifestou sobre o rumo político que tomará neste ano de eleições. A soma política de um mais um já não é dois, porque tem gente saindo do PRD. Se Ribeiro resolver deixar o ninho perredista, a soma será pouco mais de meio. Se ele ficar, acaba sendo o nome mais forte do partido para uma candidatura a prefeito de Porto Velho.

Crescimento

Gente da direção do PRD conversa com a ex-deputada federal Mariana Carvalho para uma composição, mas há os que defendem candidatura própria, para que a legenda cresça. O deputado Ribeiro do Sinpol se notabilizou quando trabalhou durante todo o ano de 2023 para que fosse concedido o aumento salarial para as forças de segurança. A situação só não está melhor porque havia um outro deputado trabalhando contra.

Encrespou

Como o deputado do contra iria começar a criticar o projeto concedendo o reajuste assim que chegasse à Assembleia, a norma ficou guardada a sete chaves, no final de 2023. Chegou na última hora e ainda havia falhas. Ribeiro trabalha para que aconteçam correções, longe do deputado que só atrapalha. Assim, seu nome está crescendo, devido ao compromisso cumprido com as forças de segurança.

Candeias

Dizem que a prefeitura de Candeias do Jamari está uma bagunça, e nem poderia ser diferente. O principal assessor do prefeito seria um cidadão metido em muitos rolos. Existe grupo de WhatsApp onde ex-colaboradores se comunicam para saber como vão receber pelos dias trabalhados. É um tal de Daniel, conhecido roleiro que mora no bairro Embratel, em Porto Velho, mas agora se diz morador do Candeias.

364

Parece que no grupo tem um pessoal que trabalhou em um tal de 364. Seria desse tal de Daniel, mas a empresa estava no nome do pai dele, um pastor evangélico. O tal de Daniel usa o nome do pai em seus rolos, pelo jeito. Não paga de forma alguma, mas tem uma portaria bem gorda na prefeitura do Candeias.

WhatsApp-Image-2024-02-22-at-17.41.46

Ex-colaboradores que cobram o assessor caloteiro têm até grupo de WhatsApp

Pitbull

Aparentemente esse tal de Daniel é apelidado de Pitbull. Até do sobrenome ele teria se apropriado, ao comprar uma lanchonete do Pitbull original. Pegou também o apelido, e o Pitbull original ainda teve trabalho para receber. O cidadão dá uma de bom moço, e consta que está abrindo uma igreja no Candeias com o pai, pastor. Dinheiro para abrir igreja tem, mas para pagar o que deve aos colaboradores, não. O blog pede ajuda aos seus três ou quatro leitores, para conseguir mais informações.

Garçom

E por falar em Candeias do Jamari e em caloteiro, o Entrelinhas também busca informações sobre o ex-prefeito Lindomar Garçom. Para que Estado era mesmo aquela emenda parlamentar que ele destinou quando era deputado federal? Parece que foi para Minas Gerais. O que será que tem em Minas que interessa ao Garçom? Esse aí é outro devedor. Não pagou todos os que trabalharam para ele quando foi candidato a prefeito de Porto Velho e perdeu para Mauro Nazif.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias