Governo destina grande área para construção do complexo administrativo e operacional do Corpo de Bombeiros (veja o vídeo)

Partindo de uma decisão estratégica, o Governo do Estado destinou ao Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBMRO) uma área de 111.974,66 m², conforme  Matrícula nº 95.485. na avenida Jorge Teixeira, no bairro Industrial, em Porto Velho, avaliada em R$ 52.857.922,74 , para a construção do Complexo Administrativo e Operacional da Corporação, fortalecendo o compromisso com a Segurança Pública com ações que refletem positivamente na proteção da população.

Na quinta-feira (22), o titular da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), Felipe Bernardo Vital; o secretario de estado de Patrimônio e Regularização Fundiária (Sepat), David Inácio; e o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Nivaldo de Azevedo Ferreira estiveram vistoriando a obra.

O titular da Sepat, David Inácio destacou a importância dessa destinação, ressaltando que o Corpo de Bombeiros Militar desempenha um papel fundamental na prevenção de situações de risco à sociedade e ao atendimento de emergências. Com a construção do Complexo Administrativo e Operacional, o órgão terá toda a infraestrutura necessária para atuar de maneira eficiente em situações como incêndios, desabamentos, afogamentos e outros eventos que coloquem em perigo a vida humana, natureza e o patrimônio.

David Inácio afirmou que vem sendo realizado um trabalho dedicado e focado na regularização dos imóveis do patrimônio público. Desta forma, o Governo de Rondônia reforça seu compromisso com a legalidade, transparência e a responsabilidade na administração dos bens públicos. A regularização dessas áreas é essencial para garantir a eficiência na prestação de serviços, a proteção do patrimônio do Estado e o atendimento adequado às demandas da população.

INFRAESTRUTURA

O governador do Estado, Marcos Rocha enfatizou a relevância de destinar conforme Termo de Destinação e Responsabilidade nº 56 áreas do patrimônio público do Estado à construção de grandes obras estruturantes, com o objetivo de oferecer segurança para a sociedade. A destinação de terrenos para projetos como o Complexo Administrativo e Operacional do Corpo de Bombeiros demonstra o compromisso do Governo em garantir a proteção e o bem-estar da população.

O secretário de Segurança Pública, Felipe Vital frisou que, a construção do Complexo Administrativo e Operacional do Corpo de Bombeiros não apenas proporcionará uma infraestrutura moderna e adequada para as atividades da corporação, mas também vai contribuir para aprimorar a eficiência e a prontidão no atendimento de ocorrências de emergência.

O comandante  do Corpo de Bombeiros, coronel BM Nivaldo explicou que, a construção do Complexo será realizada em etapas, com a primeira fase já em andamento para a construção do Centro de Ensino, que terá 2.695,63 m² e um investimento de R$ 8.685.190,17. Após a conclusão desta etapa, a próxima será a construção do galpão da Defesa Civil, com recursos garantidos e em fase de licitação, sendo investidos R$ 963.609,19 na edificação de 606,32 m².

CONSTRUÇÃO

O comandante ressaltou a importância de realizar a construção por etapas, permitindo que, o prédio seja ocupado à medida que as obras avançam. Além disso, o projeto prevê a construção da sede do Comando-Geral, blocos de alojamento masculino e feminino, cidade do fogo, quadra coberta, piscina semiolímpica, 1º grupamento de busca e salvamento e diretoria de logística, proporcionando ao Corpo de Bombeiros, uma estrutura completa e moderna para desempenhar suas atividades com excelência.

A coordenadora de Patrimônio Imobiliário da Sepat, Laura Betânia dos Santos Cavalcante disse que, o processo de regularização de áreas e bens do patrimônio público do estado de Rondônia tem se mostrado fundamental para garantir a transparência, segurança jurídica e eficiência na gestão dos recursos públicos. O Governo do Estado vem desempenhando ações e investimentos para regularizar os imóveis que fazem parte do patrimônio estadual, visando aprimorar a administração pública e assegurar o correto uso e destinação desses bens Laudo de Avaliação.

Laura Cavalcante salientou que, a regularização dos imóveis públicos é um processo complexo e de importância para o Estado, uma vez que impacta diretamente na prestação de serviços à população e para a gestão adequada dos recursos públicos. Através desse trabalho, o Governo busca garantir que as áreas e bens do patrimônio público estejam devidamente documentados, registrados e em conformidade com a legislação vigente.

Source: da Secom/RO
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias