Parlamentar é condenado a 20 anos de prisão

O deputado federal Ruy Carneiro (Podemos-PB) foi condenado a 20 anos de prisão pelos crimes de peculato, fraude em licitação e lavagem de dinheiro.

A sentença foi tornada pública no domingo (25).

Além disso, o político deve pagar uma multa de R$ 750 mil aos cofres públicos.

As acusações remontam ao período em que Carneiro foi secretário de Estado de Juventude, Esporte e Lazer, na Paraíba.

O parlamentar e os outros acusados podem recorrer da decisão.

A sentença do juiz Adilson Fabrício Gomes Filho afirma que foram comprovadas irregularidades nas licitações. Conforme denúncia do Grupo Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB), o deputado e os demais réus, Luiz Carlos Chaves, Daniel Pereira de Souza e Fábio Magib Mazhunni Maia, formavam uma quadrilha especializada em fraudes e lavagem de dinheiro.

Foram identificadas irregularidades, de acordo com a Gaeco, entre contratos firmados em 2009 entre a Secretaria e a empresa Desk Móveis Escolares e Produtos Plásticos Ltda, no que ficou conhecido como Caso Desk.

Ruy Carneiro está em seu segundo mandato consecutivo como deputado federal, após ter sido eleito em 2018 e reeleito no ano de 2022.

Outro lado

Ruy Carneiro reagiu à divulgação de sentença proferida em primeira instância por se tratar de um processo que trata da compra de cadeiras há mais de 15 anos, quando era secretário estadual de Esportes. Pré-candidato a prefeito de João Pessoa, Ruy protocolou no Tribunal de Justiça do Estado um recurso contra a decisão.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias