Homem é denunciado por estuprar filha e enteada em Porto Velho

Mãe sabia de tudo e nada fez

Um homem, de 41 anos, foi denunciado para a Polícia neste final de semana, acusado de abusar sexualmente da própria filha e enteada. O crime, que inclusive foi acobertado pela mãe das vítimas, aconteceu em uma residência, localizada na região central do distrito de Vista Alegre do Abunã, em Porto Velho.

O crime veio à tona, após uma discussão familiar. Nessa confusão, o irmão das vítimas, que fez a denúncia, ficou sabendo que a irmã, de 13 anos, teria sido abusada sexualmente pelo próprio pai quando tinha 12 anos.

Na residência, após conversar com os policiais, a adolescente acabou confessando que foi abusada pelo próprio pai enquanto dormia. No dia do crime, a vítima se trancou no banheiro da casa, onde ficou por várias horas, com medo de novos abusos.

No dia seguinte, a adolescente conversou com uma amiga o ocorrido. Essa amiga pediu para que a vítima contasse tudo para sua mãe. A mulher não ajudou a filha e continuo morarando com o criminoso.

Após esse fato vir à tona, a vítima irmã da adolescente, uma jovem, de 23 anos, relatou que também teria sido abusada sexualmente pelo padrasto, quando tinha 8 anos e ainda morava com sua mãe.

A jovem disse ainda, que contou tudo para a sua mãe, mas nenhuma providência foi tomada. A vítima teve que sair de casa para não ser mais abusada pelo padrasto.

Questionada, a mulher, que tem 44 anos, disse que não iria prestar esclarecimento aos policiais e que preferiria ser presa.

O criminoso, ao perceber que o irmão das vítimas estava acionando a Polícia, fugiu da residência. Ele foi identificado, juntamente com a mãe das vítimas e o caso foi encaminhado para a Polícia Civil.

Rondoniagora.com

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias