Mensagem aterrorizante levanta o temor de que, depois do incêndio, briga no União Brasil acabe em morte

A gestão de um fundo partidário de mais de R$ 500 milhões de reais é o pano de fundo da acirrada briga entre Luciano Bivar e Antônio Rueda.

A briga atingiu patamares inéditos com o incêndio de duas casas de praia pertencentes à família do presidente eleito da sigla, Antônio Rueda.

Bivar é suspeito de ser o responsável pelo incidente. Ele comanda a ala do partido alinhada com Lula.

Rueda, por sua vez, pertence a ala do União Brasil que pretende fazer oposição ao PT.

Uma declaração de Bivar, o aliado de Lula, fez acender o temor de que a briga tenha resultado mais catastróficos.

Eis o que ele disse:

“A minha dor não é a perfuração do punhal nas minhas costas. A minha dor é saber quem apunhalou. Essa que é a dor maior. É uma dor insanável. É uma dor que deixa a gente ferrado. Eu costumo dizer que peço que Deus cuide dos meus amigos, que lhes dê saúde. Dos meus inimigos cuido eu”.

Rueda que se cuide…

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias