Polícia intima mulher que atropelou ex-marido e quase mata dona de casa; vítima permanede na UTI

A Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito intimou a motorista Taissa C.B.C., de 29 anos, acusada de tentar matar atropelado o ex-marido, de 31 anos, na tarde do dia 14 deste mês, na rua Maldonado, bairro Cidade do Lobo, na capital.

Segundo apurou o jornal, no dia do ocorrido, uma mulher, de 49 anos, estava na varanda de sua residência, quando Taissa jogou o carro modelo Cobalt, contra a parede do imóvel, fazendo com que a estrutura de concreto caísse em cima da proprietária da casa.

Ainda no local do acidente, a mulher recebeu atendimento médico e precisou ser entubada por conta da gravidade dos ferimentos.

O jornal apurou ainda, que a mulher segue internada na UTI do hospital João Paulo II, em estado grave, devido às múltiplas fraturas no rosto e crânio. Ela segue sendo acompanhada pela equipe médica.

Ainda no dia do acidente, o homem, de 31 anos, que foi filmado por câmeras de segurança sendo arrastado pendurado no capô do veículo Cobalt, dirigido pela ex-esposa Taissa, também ficou ferido e precisou ser levado para o hospital. Os dois estavam em fase de separação.

Após causar o gravíssimo acidente, Taisse fugiu do local e não foi encontrada pela Polícia Militar.

Segundo a Polícia, momentos antes de tentar matar o ex-marido, a acusada teria sido vista ingerindo bebida alcoólica em um bar na região. Dentro do carro de Taissa, os policiais encontraram uma garrafa de cerveja vazia.

Dias depois a Delegacia Especializada em Delitos de Trânsito instaurou inquérito policial e intimou Taissa, para que seja interrogada e responsabilizada na forma da lei.

Rondoniagora.com

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
× Canal de denúncias