Rondônia pode entrar para o Guinness como o único estado com oito conselheiros do Tribunal de Contas

O Entrelinhas pede desculpas por ter comparado com urubus três políticos que bicaram e engoliram cargos na prefeitura de Ji-Paraná

P** de Gelatina se reelege vereador com facilidade se souber utilizar o marketing correto; e pré-candidatos se esquecem que a Ascron tem em Porto Velho 8.602 associados, podendo eleger três vereadores

Com o crescimento acelerado da população, motivado pelo contínuo fluxo migratório, proveniente de todas as regiões do Brasil, onde muitos se estabeleceram, o estado de Rondônia estar prestes a entrar para o Guinness World Records como o único estado com oito conselheiros do Tribunal de Contas. Isso, não seria necessariamente uma conquista positiva, pois o número excessivo de conselheiros pode indicar uma estrutura de governo ineficiente ou desproporcional.

Os Tribunais de Contas têm a função de fiscalizar as contas públicas e garantir a legalidade, legitimidade e economicidade dos gastos públicos. Um número excessivo de conselheiros pode aumentar os custos administrativos e dificultar a tomada de decisões eficazes.

Portanto, embora seja possível que Rondônia tenha oito conselheiros em seu Tribunal de Contas, não seria algo a ser comemorado, e sim algo que poderia ser objeto de avaliação para determinar se é necessário e eficiente para a gestão pública.

Oito conselheiros

Desse modo, Rondônia será o único estado brasileiro que tem oito conselheiros de Tribunal de Contas. Os demais têm apenas sete. Dessa forma Rondônia poderia facilmente solicitar inclusão no Guinness Book. E mesmo assim, não há perigo algum que alguma votação termine empatada no TCE.

Brazão

É que um dos conselheiros de Tribunal de Contas que está no estado não vota. Pelo menos, espera-se que ele não vote em nada. Trata-se de Domingos Brazão, que é do Rio de Janeiro, mas está em Rondônia, mais precisamente na penitenciária federal localizada em Porto Velho, preso acusado de mandar matar Marielle. Lá, votação não termina empatada. No máximo, termina “em patada”. Muita patada.

 

Retratação

A equipe do blog resolveu se retratar, pedido perdão, devido ao material postado recentemente sobre urubus que bicaram e engoliram cargos na prefeitura de Ji-Paraná. O pessoal do Entrelinhas reconheceu que passou dos limites. No caso, um senador e dois deputados estaduais foram comparados com urubus, e isso não está certo.

Perdão

Urubus, apesar de incompreendidos, são empregados da limpeza e desenvolvem um importante papel na natureza. Existem pessoas que jogam pedras neles, porque os acham feios. Você que está lendo, por exemplo, saiba que muita gente te acha feio, mas nem por isso te atira pedras. Os urubus não mereciam a comparação. Já os políticos sim, têm a boca grande e engoliram cargos mesmo. Urubus, nos desculpem.

P## de Gelatina

Pesquisa realizada pelo blog constatou que um vereador de Porto Velho estará reeleito sem nenhum esforço se decidir usar na campanha o nome de P** de Gelatina. Ele ficou conhecido em todo o estado devido a um vídeo que vazou, onde a esposa lhe dá um flagrante. Para se reeleger, é só ele assumir o apelido que recebeu recentemente. Todo mundo já sabe que ele existe, mas muitos não viram quem é.

Reeleito

E ele ainda pode dizer que foi tudo combinado, e que a esposa o chamou de p## de gelatina somente como estratégia de marketing, para que ele não precise gastar tanto na campanha deste ano. Se trabalhar direitinho e percorrer todo o estado na próxima campanha com o nome de P** de Gelatina, em 2026 poderá ser eleito deputado. Afinal, de limões se faz uma boa limonada.

Ascron

Muitos políticos não sabem, mas a Associação dos Cornos de Rondônia (Ascron) tem exatamente 8.602 associados somente em Porto Velho, e todos mantém contato semanalmente com o presidente, Pedro Soares. A categoria tem alguns representantes, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara de Vereadores, mas por algum motivo nenhum político quer assumir isso publicamente.

Eleito

Pedro Soares já explicou que a categoria é unida, e tem condições de eleger três vereadores em Porto Velho. Para assegurar a votação maciça é preciso somente que o pré-candidato já diga logo que vai representar a Ascron na Câmara Municipal. Há muitas leis que podem ser aprovadas para garantir direitos à categoria. A equipe do blog não é a mais indicada para tratar desse assunto, pois conhece apenas a parte teórica da questão.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias