Amigo de ministra petista que fez 24 viagens bancado por dinheiro público é drag queen militante do MST

Mais um escândalo envolvendo o desgoverno petista veio à tona nesta terça-feira (9).

O Ministério dos Povos Indígenas (MPI) está bancando, com verbas oficiais, viagens de um cidadão que não é servidor público.

Trata-se de Hony Riquisson Pereira Sobrinho, amigo pessoal da ministra Sonia Guajajara.

Questionado sobre o assunto, o MPI alega que Hony Sobrinho é um ‘colaborador eventual’ da pasta.

O MPI também informou que a colaboração eventual é um mecanismo legal para a execução de determinada atividade sem vínculo empregatício, categoria prevista na administração pública.

A alegação do MPI parece que não coaduna com a realidade.

Em diversas motivações de viagens, escritas em documentos oficiais, Hony é chamado de servidor. Em outras é tratado como ‘assessor direto’.

Porém, um outro fato que chama atenção é o que Hony fazia antes de virar ‘colaborador eventual’ do MPI.

Hony se tranformava numa drag queen e fazia performances levantando a bandeira da diversidade sexual.

De batom e salto alto, Hony incorporava Maria Rojava, artista perfomático e ativo militante do MST.

É importante esclarecer que, segundo Lays Furtado, da assessoria de imprensa do MST, Hony Sobrinho não integra mais o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) já há alguns anos.

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias