Deputada Silvia Cristina celebra um ano de amor e dignidade do Centro de Reabilitação da Amazônia

Foram mais de 14 mil pacientes atendidos no Dream da Amazônia, em um ano de funcionamento - Foto" Assessoria

Para marcar um ano de funcionamento do Centro de Reabilitação, o Dream da Amazônia, em Porto Velho, uma solenidade foi realizada na manhã desta segunda-feira, (08), reunindo autoridades, direção e servidores da unidade de saúde, pacientes e familiares.

A deputada federal Sílvia Cristina (PL), que destinou R$ 32,5 milhões, para a construção do centro, com uma área de 10.000 m², e mais R$ 13 milhões, para a compra de equipamentos com tecnologia robótica de última geração, expressou a sua alegria pelo sonho realizado e pelo Dream estar hoje atendendo e resgatando a dignidade de milhares de pessoas.

“Digo sempre que só vale a pena estar na política, se for para mudar a vida das pessoas para melhor. Gosto de gente, e para cuidar de gente tem que ter respeito, dignidade e o amor, que é o mais especial aqui deste lugar. Quando nos elegemos, levantei a bandeira da prevenção e do combate ao câncer e muitos duvidaram, mas está aqui a prova do nosso trabalho, em parceria com o Hospital do Amor e tantas outras pessoas”, disse a deputada.

O coordenador de Reabilitação do Hospital do Amor, Dr. Daniel Marconi, o deputado estadual Cirone Deiró, e o secretário estadual de Saúde (Sesau), Jeferson Ribeiro, representando o governador Marcos Rocha, entre outras autoridades, estavam presentes. Daniel Marconi entregou uma placa à deputada, em nome do Hospital do Amor, em reconhecimento por seu trabalho.

Segundo a parlamentar, “não tem sido fácil, mas graças a Deus e ao Henrique Prata, presidente da Fundação Pio XII, ao Governo do Estado e a todos os parceiros, essa união permitiu fazer saúde pública de qualidade, da maneira como o povo, que precisa, deve ser cuidado, deve ser tratado. É assim que tem sido feito. Hoje, estamos felizes com o resultados. Muita gente não acreditava nesse sucesso”.

NÚMEROS DO DREAM

Foto: Assessoria

Em um ano de funcionamento, o Centro de Reabilitação Dream da Amazônia realizou 13.249 atendimentos. Foram 58.306 procedimentos, com 14.245 usuários. Sendo cerca de 200 pessoas atendidas com cadeiras, andadores, muletas, bengalas, órteses e próteses e outros. Foram 646 procedimentos de reabilitação auditiva, 1.041 físicas, 2.537 intelectuais e 1.021 visuais.

“Na necessidade de próteses auditivas, zeramos a fila, com 180 próteses entregues. Passos para quem precisa, audição e esperança, devolvendo a dignidade para quem tanto necessita. Não vai ter mais fila de espera para próteses auditiva, o que for chegando, vai ser atendido e beneficiado. Em 90 dias, a previsão é de inauguração da oficina ortopédica, para a fabricação de órteses e próteses”, completou Sílvia Cristina.

A unidade contratou recentemente mais profissionais para cuidar do autismo severo. “Mas, ainda temos dificuldades em atender às crianças com o autismo severo e estamos trabalhando para reduzir essa demanda, pela falta de profissionais qualificados. Reforçamos o time e esperamos seguir avançando para zerar a fila. Está fazendo um ano o Centro de Reabilitação, sempre venho saber o que está precisando, o que podemos melhorar. Só presta contas, quem tem trabalho feito, quem tem ações concretas realizadas”, arrematou.

De acordo com a deputada, “hoje, não existe mais distância para a pessoa se tratar. Antes, eram 3 mil quilômetros para Brasília, em busca do tratamento. Hoje, ele é oferecido aqui em Rondônia. Os equipamentos que temos para reabilitação motora, são os melhores do mundo. O equipamento Amadeu, recém chegado, só tem em Rondônia. Para tratar com respeito a quem precisa. Nunca fui na Suíça, Áustria ou no Chile, mas os nossos equipamentos são desses países, e são os melhores”.

A deputada disse ainda que “está no nosso sonho fazer também a internação e as cirurgias, para um trabalho ainda mais completo. É bom pontuar que aqui o trabalho de reabilitação atende pacientes com câncer, mas também aos acidentados, com problemas de audição ou outras dificuldades. A expectativa é de inaugurarmos em Vilhena, na parte de prevenção, em mais 60 dias. Vais ser entregue equipado e funcionando”,

PACIENTES

O primeiro paciente acolhido no Centro de Reabilitação, o Nelito, que é cadeirante, além de evoluir em seu tratamento, descobriu também ser paratleta de natação. Ele integra o comitê paraolímpico, na modalidade de natação. Recentemente, em uma competição nacional, ele conquistou três medalhas de ouro.

“Sou muito grato a todos. Estou conseguindo competir e o Centro foi um modo de me mostrar que ainda tenho vida, ainda posso sonhar. Tive uma evolução muito grande e estou surpreendendo muita gente. Agradeço a todos os servidores, por me tratarem com tanto carinho e estou evoluindo e sigo buscando a superação”, relatou Nelito.

Outro paciente, o Ariosvaldo, com síndrome de Guillain Barré, chegou sem fala, na maca, com poucos movimentos e sendo alimentado por terceiros. “Após esse período de tratamento, ele está andando, falando e super bem de saúde, o que deixa a todos muito felizes. Nelito e Ariosvaldo são exemplos de pacientes que tiveram evolução e que mostram como o trabalho é maravilhoso”, afirmou a deputada.

Foto: Assessoria

Para marcar um ano de funcionamento do Centro de Reabilitação, o Dream da Amazônia, em Porto Velho, uma solenidade foi realizada na manhã desta segunda-feira, (08), reunindo autoridades, direção e servidores da unidade de saúde, pacientes e familiares.

A deputada federal Sílvia Cristina (PL), que destinou R$ 32,5 milhões, para a construção do centro, com uma área de 10.000 m², e mais R$ 13 milhões, para a compra de equipamentos com tecnologia robótica de última geração, expressou a sua alegria pelo sonho realizado e pelo Dream estar hoje atendendo e resgatando a dignidade de milhares de pessoas.

“Digo sempre que só vale a pena estar na política, se for para mudar a vida das pessoas para melhor. Gosto de gente, e para cuidar de gente tem que ter respeito, dignidade e o amor, que é o mais especial aqui deste lugar. Quando nos elegemos, levantei a bandeira da prevenção e do combate ao câncer e muitos duvidaram, mas está aqui a prova do nosso trabalho, em parceria com o Hospital do Amor e tantas outras pessoas”, disse a deputada.

O coordenador de Reabilitação do Hospital do Amor, Dr. Daniel Marconi, o deputado estadual Cirone Deiró, e o secretário estadual de Saúde (Sesau), Jeferson Ribeiro, representando o governador Marcos Rocha, entre outras autoridades, estavam presentes. Daniel Marconi entregou uma placa à deputada, em nome do Hospital do Amor, em reconhecimento por seu trabalho.

Segundo a parlamentar, “não tem sido fácil, mas graças a Deus e ao Henrique Prata, presidente da Fundação Pio XII, ao Governo do Estado e a todos os parceiros, essa união permitiu fazer saúde pública de qualidade, da maneira como o povo, que precisa, deve ser cuidado, deve ser tratado. É assim que tem sido feito. Hoje, estamos felizes com o resultados. Muita gente não acreditava nesse sucesso”.

NÚMEROS DO DREAM

Foto: Assessoria

Em um ano de funcionamento, o Centro de Reabilitação Dream da Amazônia realizou 13.249 atendimentos. Foram 58.306 procedimentos, com 14.245 usuários. Sendo cerca de 200 pessoas atendidas com cadeiras, andadores, muletas, bengalas, órteses e próteses e outros. Foram 646 procedimentos de reabilitação auditiva, 1.041 físicas, 2.537 intelectuais e 1.021 visuais.

“Na necessidade de próteses auditivas, zeramos a fila, com 180 próteses entregues. Passos para quem precisa, audição e esperança, devolvendo a dignidade para quem tanto necessita. Não vai ter mais fila de espera para próteses auditiva, o que for chegando, vai ser atendido e beneficiado. Em 90 dias, a previsão é de inauguração da oficina ortopédica, para a fabricação de órteses e próteses”, completou Sílvia Cristina.

A unidade contratou recentemente mais profissionais para cuidar do autismo severo. “Mas, ainda temos dificuldades em atender às crianças com o autismo severo e estamos trabalhando para reduzir essa demanda, pela falta de profissionais qualificados. Reforçamos o time e esperamos seguir avançando para zerar a fila. Está fazendo um ano o Centro de Reabilitação, sempre venho saber o que está precisando, o que podemos melhorar. Só presta contas, quem tem trabalho feito, quem tem ações concretas realizadas”, arrematou.

De acordo com a deputada, “hoje, não existe mais distância para a pessoa se tratar. Antes, eram 3 mil quilômetros para Brasília, em busca do tratamento. Hoje, ele é oferecido aqui em Rondônia. Os equipamentos que temos para reabilitação motora, são os melhores do mundo. O equipamento Amadeu, recém chegado, só tem em Rondônia. Para tratar com respeito a quem precisa. Nunca fui na Suíça, Áustria ou no Chile, mas os nossos equipamentos são desses países, e são os melhores”.

A deputada disse ainda que “está no nosso sonho fazer também a internação e as cirurgias, para um trabalho ainda mais completo. É bom pontuar que aqui o trabalho de reabilitação atende pacientes com câncer, mas também aos acidentados, com problemas de audição ou outras dificuldades. A expectativa é de inaugurarmos em Vilhena, na parte de prevenção, em mais 60 dias. Vais ser entregue equipado e funcionando”,

PACIENTES

O primeiro paciente acolhido no Centro de Reabilitação, o Nelito, que é cadeirante, além de evoluir em seu tratamento, descobriu também ser paratleta de natação. Ele integra o comitê paraolímpico, na modalidade de natação. Recentemente, em uma competição nacional, ele conquistou três medalhas de ouro.

“Sou muito grato a todos. Estou conseguindo competir e o Centro foi um modo de me mostrar que ainda tenho vida, ainda posso sonhar. Tive uma evolução muito grande e estou surpreendendo muita gente. Agradeço a todos os servidores, por me tratarem com tanto carinho e estou evoluindo e sigo buscando a superação”, relatou Nelito.

Outro paciente, o Ariosvaldo, com síndrome de Guillain Barré, chegou sem fala, na maca, com poucos movimentos e sendo alimentado por terceiros. “Após esse período de tratamento, ele está andando, falando e super bem de saúde, o que deixa a todos muito felizes. Nelito e Ariosvaldo são exemplos de pacientes que tiveram evolução e que mostram como o trabalho é maravilhoso”, afirmou a deputada.

Foto: Assessoria
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias