Rússia produz mais armas ‘do que toda a aliança ocidental’, reconhece chanceler da Ucrânia

© Sputnik / Aleksei Malgavko
Segundo Dmitry Kuleba, o Ocidente não se mostrou capaz de acompanhar a produção militar da Rússia, “apesar de seus esforços”.
A Rússia está mais eficaz em seus esforços militares, disse o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia em uma entrevista de quarta-feira (1º) à revista norte-americana Foreign Policy.
Em resposta à questão se a ajuda recentemente aprovada pelos EUA a Kiev altera a estratégia militar da Ucrânia, Dmitry Kuleba reconheceu que a ajuda ainda não chegou, e que o momento do recebimento é tão importante quanto as entregas em si.
Para ele, “os aliados da Ucrânia estão atrasados, apesar de seus esforços”.
“[…] quando vejo o que a Rússia conseguiu na reconstrução de sua base industrial […] e o que todo o Ocidente conseguiu até agora, temos que encarar a verdade e reconhecer que a Rússia é mais eficaz no seu esforço militar”, disse ele.
De acordo com Kuleba, isso significa que o Ocidente enfrenta uma “questão mais fundamental” sobre sua capacidade militar.
Um soldado ucraniano prepara munição em um abrigo próximo à linha de frente em local não revelado na região de Donetsk, em 20 de novembro de 2023 - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2024

“Se ele [o Ocidente] não consegue ser suficientemente eficaz neste esforço militar específico, então quão eficaz poderá ser se outras guerras e crises de escala semelhante começarem?”, indagou o alto responsável ucraniano.
O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia também admitiu que a Rússia aumentou a capacidade de produção de armas para um nível “maior do que toda a aliança ocidental” durante os dois anos do conflito, e que isso é um “sinal ruim”.
“Os mísseis balísticos russos são a verdadeira praga dessa guerra”, acrescentou.
Segundo Dmitry Kuleba, o Ocidente não se mostrou capaz de acompanhar a produção militar da Rússia, “apesar de seus esforços”.
A Rússia está mais eficaz em seus esforços militares, disse o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia em uma entrevista de quarta-feira (1º) à revista norte-americana Foreign Policy.
Em resposta à questão se a ajuda recentemente aprovada pelos EUA a Kiev altera a estratégia militar da Ucrânia, Dmitry Kuleba reconheceu que a ajuda ainda não chegou, e que o momento do recebimento é tão importante quanto as entregas em si.
Para ele, “os aliados da Ucrânia estão atrasados, apesar de seus esforços”.
“[…] quando vejo o que a Rússia conseguiu na reconstrução de sua base industrial […] e o que todo o Ocidente conseguiu até agora, temos que encarar a verdade e reconhecer que a Rússia é mais eficaz no seu esforço militar”, disse ele.
De acordo com Kuleba, isso significa que o Ocidente enfrenta uma “questão mais fundamental” sobre sua capacidade militar.
Um soldado ucraniano prepara munição em um abrigo próximo à linha de frente em local não revelado na região de Donetsk, em 20 de novembro de 2023 - Sputnik Brasil, 1920, 19.04.2024

“Se ele [o Ocidente] não consegue ser suficientemente eficaz neste esforço militar específico, então quão eficaz poderá ser se outras guerras e crises de escala semelhante começarem?”, indagou o alto responsável ucraniano.
O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia também admitiu que a Rússia aumentou a capacidade de produção de armas para um nível “maior do que toda a aliança ocidental” durante os dois anos do conflito, e que isso é um “sinal ruim”.
“Os mísseis balísticos russos são a verdadeira praga dessa guerra”, acrescentou.
Source: Sputnik
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias