Lula de “mão fechada” para liberar recursos para salvar o Rio Grande do Sul

Cinquenta bilhões de reais, esse é o dinheiro que o Governo Lula vai dar para o Rio Grande do Sul.

Só que não!

Isso é apenas mais uma ‘fake news’ da grande mídia. Na verdade, o Governo Federal não está dando nada. Desses cinquenta bilhões, trinta serão repassados para a iniciativa privada na forma de financiamento, para que os empresários possam se levantar, a indústria se reconstruir e o agro se reestruturar, ou seja, será um dinheiro emprestado – que será devolvido, com juros e correção monetária. São operações de crédito.

Os outros 20 bilhões não pertence ao governo – melhor dizendo: já pertence ao cidadão – apenas será antecipado. É antecipação de restituição de imposto de renda e antecipação de bolsa família.

Nenhum centavo desses 50 bilhões é dado.

O governador do Estado do RS vem suplicando ajuda ao Ministro da Fazenda, mas até o presente momento, nada de concreto. Se seguir esse diapasão, ajuda mesmo – significativa – dificilmente ocorrerá. Lula pode até fazer como na outra enchente há alguns meses – prometer uns milhões, mas que não resolvem nada, porque o estrago é muito maior. Ainda assim, os 150 milhões que o descondenado prometeu, nunca chegou, foi só promessa.

O cidadão gasta milhões fazendo um verdadeiro tour pelo mundo em viagens presidenciais, se hospedando nas suítes mais caras do planeta e arrastando um comboio de convidados -a comitiva presidencial; o cidadão empresta bilhões a fundo perdido para os países totalitários e ditatoriais – mas na hora de liberar recursos para o povo do Sul que foi massacrado pela enchente, o elemento fecha a mão.

Uma das maiores responsabilidades do Estado do RS é pagar a sua dívida com a União, contraída em governos estaduais passados. O mínimo que se pode esperar é que o Governo Federal suspenda o pagamento dessa dívida pelos próximos cinco anos, de forma que o Estado possa investir seus recursos em sua reconstrução. Duvido muito.

É incrível a postura adotada pelo Partido das Trevas para liberar recursos públicos: aos amigos tudo! Basta observar a verdadeira torneira aberta que é a Lei Rouanet, onde os artistas amigos do rei conseguem expressivas quantias em nome da cultura.

Essa falta de critério chega a ser macabra.

Abrir linhas de crédito para os empresários e antecipar pagamentos é claro que tem o seu valor – toda ajuda é bem-vinda. Porém, está muito aquém do necessário.

Pensando agora sob um espectro ainda maior, essa catástrofe de dimensões históricas, todavia não acabou e vem castigando o povo gaúcho há muitos dias. Não queira justificar essa omissão estatal se lamentando que o Lula foi preencher seus 38 ministérios com personagens políticos e não técnicos – e que por isso os ministérios estão demorando para se articularem e se fazerem presentes. Não se iluda.

Estamos falando do povo gaúcho, predominantemente de direita e conservador. É falta de vontade política mesmo. O governo não está preocupado em ajudar o povo. Se não há retorno político o povo está perdido. É exatamente o caso.

Dizer que é desumano é pouco. É cruel.

Foto de Carlos Fernando Maggiolo
Carlos Fernando

 

Por Carlos Fernando Maggiolo

Advogado criminalista e professor de Direito Penal. Crítico político e de segurança pública. Presidente da Associação dos Motociclistas do Estado do Rio de Janeiro – AMO-RJ.

*A opinião expressa neste artigo é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Portal Correio de Notícia não tem responsabilidade legal pela “OPINIÃO” que é exclusiva do autor.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias