Senador repúdia Paulo Pimenta e a pequenez de Lula

Foto: Agência Brasil

O senador Plínio Valério (PSDB-AM), repudiou a nomeação do atual ministro de Paulo Pimenta para a recém criada Secretaria Extraordinária de Apoio à Reconstrução do Rio Grande do Sul.

Para o senador, a decisão de entregar a um deputado federal do PT a gestão dos recursos federais destinados à tarefa de reconstruir o RS foi mais uma “estratégia política que demonstra o rancor de Lula contra o Partido da Social Democracia do Brasil (PSDB)”. O parlamentar saiu em defesa do governador do estado, Eduardo Leite (PSDB), que segundo o senador, é quem deveria gerir a aplicação dos recursos. O parlamentar enfatizou que Leite nem foi comunicado oficialmente sobre a escolha.

“O governador soube pela mídia que teria um interventor. Não tiveram a dignidade de conversar com ele, e toda a dinheirama federal que eventualmente venha a ser aplicada em seu estado ficaria nas mãos de um petista, um adversário político local. A pequenez de um presidente da República, do meu país, me envergonha”, protestou Plínio.

O senador enfatizou que as “disputas partidárias colocam em segundo plano a situação enfrentada pela população do estado”. Para ele, a nomeação de Paulo Pimenta, da maneira como foi conduzida, deixa à mostra a necessidade urgente de uma liderança que possa “unir o país em tempos de crise”.

“Pode-se discordar do que ele faz, pode-se ter expectativas melhores para o futuro, mas se espera sempre que ele mantenha a postura de representar todo o país. Não é esse o presidente que temos”, ressaltou.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias