Lula diminui o número de armas particulares de PMs e BMs e o Exército estranhamente excluiu o Legislativo do debate

A portaria n° 224 do comando logístico do exército alterou a portaria n° 167 que regulamenta a aquisição de armas de fogo e munições por integrantes das Polícias Militares, dos Corpos de Bombeiros Militares e do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República.

Lula retirou o direito de PMs e BMs da reserva de possuírem armas de uso restrito, que estes mesmos Militares utilizaram em toda sua vida profissional, dentre outras restrições.

A nota à imprensa n° 004/24 do comando do exército traz maiores detalhes sobre as novas regras.

Traz também outra informação interessante.

Embora compreenda a competência do poder executivo de regulamentar o assunto, estranhamente o exército afirma que fez tratativas com o poder executivo e com o poder judiciário para elaboração das novas regras, todavia excluiu de tais tratativas o poder legislativo.

Qual o medo de Lula (e do Exército) para fazer tal restrição às PMs e BMs?

Com a palavra nossos deputados e senadores.

Foto de Henrique Alves da Rocha
Henrique Alves

 

 

Por Henrique Alves da Rocha*

Coronel da Polícia Militar do Estado de Sergipe.

 

 

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias