Governo de Rondônia envia segunda remessa de donativos para vítimas das enchentes no RS

A segunda remessa de donativos arrecadados pelo governo de Rondônia para as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, saiu de Porto Velho nesta segunda-feira (27), em um caminhão Rodotrem, que será acoplado a outro em Ji-Paraná, ambos com capacidade para 25 toneladas. Desta vez estão sendo enviados fardos de água potável, alimentos não perecíveis e cobertores. Conforme explicou a coronel BM, Cristina Ferreira, que coordenou o carregamento, por se tratar de um veículo Rodotrem, que por lei só pode rodar das 6h às 18h. A previsão de viagem até o município de Passo Fundo (RS) é de 4 a 5 dias.

Coordenada pela Secretaria de Estado da Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas), a campanha solidária foi iniciada dia 10 de maio, com o objetivo de arrecadar alimentos, roupas, produtos de higiene pessoal e de limpeza, e brinquedos em todas as unidades estaduais. Todos os itens arrecadados são levados ao almoxarifado da secretaria, onde é feita a triagem e organização dos artigos que, em seguida, serão despachados para o Sul do país.

A expectativa é que novas remessas sejam feitas nos próximos dias, considerando que o almoxarifado da Seas ainda está lotado de produtos aguardando a triagem. A prioridade agora para envio são alimentos e água.

“Já vivenciamos situações difíceis em decorrência de fortes chuvas, mas não na proporção como ocorreu no Rio Grande do Sul, por isso a adesão dos rondonienses a esta ação solidária tem sido fundamental para que Rondônia contribua com o que as pessoas do Sul mais precisam neste momento desolador”, observou a secretária e primeira-dama Luana Rocha.

SALVAMENTO

Além da arrecadação de donativos, o governo de Rondônia presta assistência com equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBMRO) especializadas em salvamento terrestre e aquático, além da equipe aeromédica. Um dos integrantes do Grupamento Aéreo, que já retornou, o subtenente bombeiro Servanildo de Oliveira, disse que se depararam com um cenário de guerra, atuando dentro d’água, sob um frio de 7 graus com sensação térmica de 5. “Trabalhamos em várias frentes de resgate, fizemos policiamento para evitar saques e crimes e recolhemos animais. Mas um dos momentos que mais me marcou foi o atendimento de uma criança que estava na UTI e já dentro da aeronave teve parada cardiorrespiratória e foi, digamos assim, ressuscitada pela equipe”, citou, completando que ao todo foram 40 transportes aeromédicos realizados pelo Grupamento rondoniense.

Source: da Secom/RO
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias