Prefeitura de Porto Velho segue com orientação do descarte correto do lixo com Ecopontos

Para orientar a população porto-velhense sobre como descartar o lixo corretamente e incentivar a reciclagem, a Prefeitura de Porto Velho desenvolve uma ação de Coleta Seletiva Solidária de Material Reciclável, com os diversos Pontos de Entrega Voluntária (PEV), chamados de Ecopontos.

A iniciativa para a criação desses locais faz parte das ações de educação ambiental promovidas pela Secretaria Municipal de Saneamento e Serviços Básicos (Semusb) e faz parte do programa do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB/PVH), instituído pela Lei de Diretrizes Nacionais para Saneamento Básico (LDNSB, no 11.445/2007), Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS, no 12.305/2010).

Para a capital rondoniense, que se beneficiará com a cidade mais limpa, o projeto visa aumentar o índice de reciclagem na capital, além de fomentar a economia socioprodutiva destinada à Cooperativa de Catadores (Catanorte).

A criação desses locais faz parte das ações de educação ambiental da Semusb e todo o material coletado nos ecopontos vai ser destinado à comercialização, gerando emprego e fonte de renda para essas famílias, que antes tiravam seus sustentos do lixão.

Após a coleta nos ecopontos, o material é pesado e entregue para a Cooperativa para realizarem a triagem e para preparar os fardos e a carga para efetuar a sua comercialização.

ECOPONTOS

Atualmente, dez ecopontos estão espalhados pela capital, distribuídos onde há maior fluxo de pessoas e grande concentração de condomínios residenciais.

De acordo com Elen Maria de Pontes Freire, gerente de Planejamento e Gestão de Resíduos Sólidos do Departamento de Resíduos Sólidos da Semusb, a ação é contínua e todos os pontos de coleta podem ser encontrados através do QR Code localizado em cada ecoponto.

Conforme os últimos dados quantificados pela Semusb, no mês de março, foram coletados cerca de 1.800 quilos de materiais. Desta quantidade, 401 quilos foram aproveitados pela Cooperativa Catanorte, uma vez que outros tipos de materiais que não podem ser comercializados, são considerados rejeitos. Como se trata de um trabalho contínuo, os dados de abril ainda estão sendo contabilizados.

Por conta disso, a Prefeitura de Porto Velho pede o apoio da população para que sejam descartados apenas materiais que podem ser reciclados para a comercialização final, como: plásticos, metais, vasilhames de pets e papelão.

LOCAIS ATUALIZADOS DOS ECOPONTOS

*EMEI Professora Ronilza Cordeiro Afonso Dias, na rua João Paulo I, bairro Novo Horizonte;

*Praça do Cohab, na rua Carqueja, 2716, bairro Cohab;

*Centro de Arte e Cultura Escolar Francisco Lázaro dos Santos (Laio), na rua Pau Ferro com rua Anari, bairro Castanheira;

*USF Aponiã, na rua Andréia, 5383, bairro Aponiã;

*Parque da Cidade, na avenida Calama, bairro Flodoaldo Pontes Pinto;

*Paróquia de São José Operário, na avenida Campos Sales, 4777, Vila Eletronorte;

*Skate Parque, na avenida Guaporé, bairro Cuniã;

*Praça do Conjunto Santo Antônio, na rua Padre Chiquinho;

*Faculdade Católica, av. Governador Jorge Teixeira, 4100, bairro Industrial;

*Delegacia de Repressão aos Crimes contra o Meio Ambiente, na avenida José Amador dos Reis, 3214, bairro Juscelino Kubitschek.

Source: da Assessoria
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias