Programa de míssil balístico Sentinel dos EUA é alvo de escrutínio

© AP Photo

Gastos ineficientes ou fraude?

O programa de mísseis balísticos intercontinentais (ICBM) LGM-35A Sentinel do Pentágono está sendo escrutinado pelos parlamentares dos EUA devido aos custos excessivos e falta de alternativas.
Legisladores dos EUA estão pressionando a Força Aérea do país para explicar os altos custos no programa, destinado a substituir o míssil balístico nuclear Minuteman.
Os congressistas querem respostas relativamente ao programa, que deve substituir 400 mísseis balísticos intercontinentais Minuteman III terrestres implantados nos EUA por futuros ICBM Sentinel, projetados pela corporação Northrop Grumman.
“Queremos que o Congresso faça o seu trabalho, mas a evidência é clara: ele não teve no passado e não parece agora estar pronto para fazer o seu trabalho de responsabilizar o Pentágono e fazer as perguntas difíceis”, disse o congressista John Garamendi, co-presidente do Grupo de Trabalho sobre Armas Nucleares e Controle de Armas, disse à mídia na semana passada.
Em 2015 estava previsto que o programa Sentinel custasse US$ 62,3 bilhões (R$ 332,8 bilhões), incluindo US$ 48,5 bilhões para os mísseis, US$ 6,9 bilhões para sistemas de comando e controle e US$ 6,9 bilhões para renovar os centros de controle de lançamento e silos de mísseis.
Em 2020, quando o contrato foi concedido à Northrop Grumman, o preço do projeto subiu para US$ 96 bilhões (R$ 512,8 bilhões). Até o momento, aumentou para US$ 131 bilhões (R$ 699,8 bilhões) ou 37% mais do que a estimativa anterior.
O Departamento de Defesa deve informar o Congresso sobre o assunto até 9 de julho. O secretário de Defesa Lloyd Austin pode ter que voltar a certificar o programa para evitar que ele seja cancelado.
Arsenal nuclear dos EUA está obsoleto e fica atrás dos armamentos da Rússia, alertam legisladores
De acordo com o portal Defense One, quase não há dúvidas de que Austin vai pedir nova certificação do programa Sentinel, independentemente dos custos adicionais. No entanto, o congressista Garamendi sinalizou que ele e outros legisladores dos EUA vão submeter o projeto a uma análise detalhada durante uma audiência em 24 de julho.
É provável que o grupo de trabalho sobre armas nucleares do Congresso se concentre não apenas nos custos exorbitantes dos ICMBs, mas também nas preocupações de que o Pentágono não tenha feito uma avaliação adequada das alternativas para o programa Sentinel.
Falando à imprensa estrangeira na passada quarta-feira (5), o presidente russo Vladimir Putin chamou a atenção para o fato de que grandes orçamentos militares não se traduzem necessariamente em sistemas de armas bem-sucedidos.
Source: Sputnik
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias