Arrecadação com leilões de bens do tráfico já ultrapassa R$ 37 milhões

Os valores arrecadados são revertidos em recursos para financiar projetos de prevenção e combate às drogas

O Ministério da Justiça e Segurança Pública divulgou que, em 2021, a arrecadação realizada com os 48 leilões de bens apreendidos em operações contra o crime já ultrapassou R$ 37 milhões.

O número de leilões já é 4 vezes maior que no mesmo período do ano passado, e a arrecadação é 10 vezes maior.

Entre os bens leiloados estão joias, carros, motocicletas, celulares, bolsas de luxo e até mesmo aviões usados no tráfico de drogas. Os valores arrecadados são revertidos em recursos para financiar projetos de prevenção e combate às drogas.

Luiz Roberto Beggiora, secretário Nacional de Políticas Sobre Drogas, declarou que o trabalho do Senad, em parceria com o poder judiciário, forças policias e leiloeiros, visa zerar o passivo de bens acumulados ao longo dos anos em depósitos no paiís, e tem tido um resultado muito positivo.

“Estamos reforçando parcerias e alcançando padrões internacionais para a descapitalização do crime”, disse Beggiora.

Desde o início da pandemia, os leilões vêm sendo feitos de forma 100% virtual.

Fonte: JCO

PF cumpre mandados em ação que apura tráfico com aviões da FAB

Agentes cumpriram as ordens da Justiça no Distrito Federal com objetivo de coletar provas da quadrilha que enviou drogas à Espanha

A PF (Polícia Federal) cumpre, nesta quinta-feira (25), três mandados judiciais, no Distrito Federal, ligados à investigação da quadrilha que usou aviões da FAB (Força Aérea Brasileira) para enviar drogas à Espanha.

A ação recebeu o nome de Operação Quinta Coluna, que também investiga a lavagem de dinheiro por meio do tráfico.

De acordo com a PF, a ação de hoje tem o objetivo de coletar mais provas da associação de um militar da FAB, o qual seria responsável pelo recrutamento de “mulas” com pessoas relacionadas ao tráfico de drogas.

Os mandados foram expedidos pela 12ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal com base na análise de documentos apreendidos na fase anterior da operação.

Em fevereiro, outra etapa da operação cumpriu 15 mandados de busca e apreensão e 2 mandados que limitam a comunicação entre pessoas, além de proibir a saída do Distrito Federal.

Relembre o caso

Em junho de 2019, o segundo sargento Manuel Silva Rodrigues, de 38 anos, foi preso em Sevilla suspeito de transportar 39 quilos de cocaína. Ele estava na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, que estava em visita ao país. Rodrigues é lotado no GTE (Grupo de Transporte Especial) da FAB.

A Justiça Federal do Distrito Federal ainda determinou o sequestro de imóveis e veículos dos envolvidos no esquema criminoso.

As investigações demonstram que, além do sargento preso na cidade de Sevilha, na Espanha, outras pessoas se associaram ao militar para a prática do crime de tráfico de drogas. De acordo com o que foi apurado, pelo menos mais uma remessa de entorpecente foi enviada à Espanha.

Também é investigado o crime de lavagem de dinheiro. Para isso, o grupo adquiria veículos e imóveis com pagamentos em altos valores, sempre em espécie.

As investigações não se confundem com os processos por tráfico internacional de drogas que tramitam na Justiça Militar.

Os crimes de associação para o tráfico e lavagem de dinheiro têm penas que vão de 3 a 10 anos de prisão.

Fonte: R7

Desembargadora que beneficiou filho preso por tráfico de drogas é “punida” com aposentadoria

.

Tânia terá direito à aposentadoria com proventos proporcionais

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) aposentou, compulsoriamente, nesta terça-feira (23), a desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul (TJ-MS). A magistrada é acusada de beneficiar o filho, preso por tráfico de drogas.

A aposentaria compulsória é a pena máxima prevista para a magistratura. Tânia terá direito à aposentadoria com proventos proporcionais. Ela estava afastada do cargo desde 2018.

O Conselho puniu a desembargadora por 8 votos a 5. Os conselheiros entenderam que Tânia usou a condição de desembargadora para beneficiar o filho que estava preso. Câmeras de segurança, inclusive, flagraram a magistrada chegando em um carro junto com um delegado da Polícia Civil e um advogado para cumprir a ordem de transferência do filho para uma clínica psiquiátrica.

Breno Borges foi preso em março de 2017, transportando 130 quilos de maconha e 200 munições de fuzil. Ele já tinha outro mandado de prisão por suspeita de ter colaborado na fuga de um chefe de tráfico.

Luiz Fernando Keppen, um dos conselheiros do CNJ, disse:

“Não vislumbro possibilidade de aplicar pena diferente da aposentadoria compulsória à desembargadora, que comportou- se de forma incompatível com a dignidade, a honra e o decoro de suas funções”, disparou.

E acrescentou:

“Entendo que a separação entre a vida privada e pública é pré-condição para o exercício da magistratura, e não me parece que a requerida (Tânia) ostente tal condição de modo a continuar exercendo esse importante múnus público. Seu retorno à jurisdição pode gerar um enorme descrédito à instituição do Poder Judiciário, o que não me parece desejável”, explicou.

O presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, concordou com Keppen e votou a favor da punição.

Fonte: JCO

Polícia Federal deflagra operação contra tráfico de drogas em aviões da FAB

Polícia Federal cumpre 15 mandados de busca e apreensão. Em 2019, sargento brasileiro foi preso com cocaína em voo da Força Aérea Brasileira (FAB), na Espanha.

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (2), a Operação Quinta Coluna, para aprofundar as investigações sobre uma associação criminosa que usou aeronaves da FAB enviar drogas para a Espanha. A operação também investiga lavagem de ativos obtidos em razão dos crimes, relata o jornal Estadão.

Estão sendo cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e dois mandados que restringem a comunicação dos investigados, contra 10 investigados. Militares da FAB também participam do cumprimento das medidas.

Por determinação judicial, os alvos da operação foram impedidos de deixar o Distrito Federal. Os agentes da PF encontraram drogas na casa de um dos suspeitos. Os endereços não foram informados, nem a identidade dos envolvidos ou se houve prisões em flagrante.

Voo da FAB com cocaína

Em junho de 20149, o sargento da FAB Manoel Silva Rodrigues foi preso em Sevilha, na Espanha, com 39 quilos de cocaína quando viajava como parte da tripulação de apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a investigação, outras pessoas se associaram ao militar para a prática do crime de tráfico de drogas, tendo sido apresentado à Justiça elementos que indicam pelo menos mais uma remessa de entorpecentes para a Espanha.

Além de investigar os outros supostos integrantes da associação criminosa, a PF mira crimes de lavagem de dinheiro. A PF frisou que as investigações não se confundem com os processos por tráfico internacional de drogas que tramitam na Justiça Militar. Os crimes de associação para o tráfico e lavagem de dinheiro têm penas que vão de três a dez anos de prisão.

Fonte: Sputnik

Leilão de bens apreendidos do tráfico bate recorde e chega a R$ 100 milhões

Em 2019, ao longo de todo o ano, o montante foi de 91,7 milhões.

Até agosto deste ano, o valor arrecadado pelo Fundo Nacional Antidrogas nos leilões de bens confiscados do tráfico de drogas já é maior do que o total do ano de 2019. Nos primeiros 8 meses de 2020, o valor acumulado chegou aos R$ 100 milhões. Em 2019, ao longo de todo o ano, o montante foi de 91,7 milhões.

Esse valor, além de representar um significativo prejuízo para os traficantes que perderam seus bens, será usado para financiar 17 projetos da Secretaria Nacional de Políticas de Drogas (Senad), para aparelhar as polícias federal e dos estados, além de programas de combate ao tráfico.

Segundo informações publicadas, parte dos recursos vai financiar 17 projetos da Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas), para aparelhar as polícias federal e dos Estados, além de programas de combate ao tráfico.

Do total do valor coletado, R$ 62 milhões são de moedas estrangeiras apreendidas em operações de combate ao tráfico e R$ 19,8 milhões de patrimônio apreendido de traficantes.

A expectativa do ministério é chegar a R$ 200 milhões até o final deste ano.

Sem dúvida, um trabalho elogiável, jamais visto na história do nosso país.

Operação da PF contra tráfico internacional de drogas termina com 2 mortos e 35 presos

Dos 26 alvos da operação no estado de São Paulo, 24 foram presos e dois morreram em confronto com os agentes.

Uma operação da Polícia Federal contra o tráfico internacional de drogas, realizada a partir do aeroporto internacional de Viracopos, realizada nesta terça-feira (06), terminou com 2 suspeitos mortos e 35 detidos, sendo que 24 apenas em São Paulo.

O grupo criminoso, que vinha sendo investigado há um ano, indicava com frequência pessoas para trabalhar na logística do aeroporto e mantinha contato até com policiais para que o esquema funcionasse.

As investigações começaram em fevereiro de 2019, com a apreensão de 58 kg de cocaína no Aeroporto de Viracopos que iriam para a Europa. De lá para cá, policiais federais passaram a investigar suspeitos de participação no esquema.

Dos 26 alvos da operação no estado de São Paulo, 24 foram presos e dois morreram em confronto com os agentes.

“Um dos alvos tinha passagem por homicídio e por roubo. O outro não tinha qualquer passagem. As circunstâncias serão apuradas, já instauramos inquéritos e, assim que tivermos conhecimento, serão informados sobre a ocorrência”, disse o delegado chefe da PF em Campinas, Edson Geraldo de Souza.

Fonte: UOL

Ministério da Justiça e Segurança Pública leiloa veículos apreendidos do tráfico em Rondônia

Interessados têm até o dia de 31 agosto para dar os lances.  Estado arrecadou, em apenas um dia, aproximadamente R$224 mil com a venda do patrimônio apreendidos do tráfico de drogas

O 2ª leilão realizado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no estado de Rondônia está aberto até 31 de agosto, com lances a partir de R$ 100. São 7 lotes disponíveis entre carros, motocicletas, caminhões e sucatas. Para participar, é preciso efetuar o cadastro no site https://www.rondonialeiloes.com.br/leilao/1177/lotes.

Em apenas um dia, durante o 1° leilão realizado pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad/MJSP), foram arrecadados aproximadamente R$ 224 mil com a venda do patrimônio apreendido do tráfico. O recurso é destinado Fundo Nacional Antidrogas (Funad), que financia ações de prevenção e de combate às drogas no país. 

Até 40% desse recurso será destinado a polícia de Rondônia, que atuou na apreensão dos bens,  para investimentos em equipamentos que reforçam as operações de combate às drogas. 

Balanço –  A Senad/MJSP arrecadou mais de R$ 22 milhões com a venda de 2.164 itens entre veículos populares e de luxo, eletrônicos, eletrodomésticos, joias, ativos biológicos, em mais de 67 leilões apreendidos de traficantes, um recorde, comparado aos anos anteriores, nos quais eram realizados, em média, 8 leilões anualmente.

Fonte: Ascom/ Ministério a Justiça e Segurança Pública

%d blogueiros gostam disto: